23 janeiro 2013

Resenha de SOB A LUZ DOS SEUS OLHOS.


      Resenha de SOB A LUZ DOS SEUS OLHOS.

autora: Christine M.
editora:Underworld
ano:2012

“Essa é a nossa vida. [...] Toda transformação que um ser humano pode sofrer porque disse sim, toda a magia que só existiu porque, em um dia qualquer, nossos olhos se cruzaram.”

 Elisa é uma garota determinada e com todo o futuro pela frente. Está partindo para a Gélida e cinzenta Londres com todas as expectativas e lotando sua bagagem. Nesse cenário, conhece Paul, um jovem de espírito livre e com uma promissora carreira de ator. Tudo poderia ser apenas um romance casual. Entretanto, Paul e Elisa são dois seres nos quais os rótulos não se encaixam. Graças à entrega incondicional e dedicação, puderam vivenciar tudo o que o amor pode ser. Com eles, podemos viajar desde a tradicional e britânica York, às belas praias de Angra dos Reis, até as charmosas paisagens de Santa Mônica, na Califórnia, em uma trama intensa vivida e mostrada através dos olhos dos amantes. Um romance repleto de reviravoltas, emoção e dinamismo, capaz de prender o leitor até o último capítulo.




“Sem ele eu era sombra, cinza e metade.”

Christine M. estreia sua carreira em grande estilo, lançando o seu primeiro livro, Sob a luz dos seus olhos. E sinceramente, por mim eu não teria comprado este livro, e na verdade não comprei, esse livro me foi presenteado por um professor da minha e escola, e por mera coincidência a Christine também seria minha professora. O meu professor me deu o livro, me falou coisas muito bonitas a respeito dele.

Então eu falei porque não ! 

La vou eu embarcar em mais um livro que de acordo com as descrições vão me fazer chorar de emoção, felicidade, e vão me encher de expectativas.

E realmente foi isso o que aconteceu. O livro me encantou e fascinou com uma historia mais que impecável, pode-se dizer que perfeita. 
Quem não gostaria de viver uma historia linda como essa, que apesar dos autos e baixos o amor venceu tudo?

O livro contem a dosagem certa de tudo o que é preciso para tornar a historia emocionante,  e persuasiva.

A maneira de prender o leitor no livro é incrível.

Desde o momento em que Paul e Elisa se conhecem num pub em york, ate o momento do reencontro, ou qualquer outra parte que seja do livro, tudo acaba se tornando inexplicavelmente encantador 

A historia pode ser chamada, simplesmente de perfeita, assim como o amor da Paul e Elisa também é prefeito.Um amor forte, que foi capaz de superar a distancia, anos sem se ver, sequestros e ate uma doença, o amor que ultrapassou as barreiras da morte, não pode deixar de ser lido.Um amor sem precedentes, que qualquer um gostaria de viver, um amor, original, único e ate picante.

É ate um tanto complicado encontrar as palavras corretas para descrever a historia de Paul e Elisa.

E quem diria que uma simples viagem a trabalho poderia mudar a vida de duas pessoas, de uma forma tão bonita e inesperada!

Uma jovem escritora, e um jovem ator, predestinados a viver uma linda historia de amor, superação e encantamento.
O livro é todo encantado, cheio de amor, suspense e mistério que prendem o leitor da primeira  a ultima pagina.

O amor é demonstrado das menores e mais simples formas, ate os sacrifícios um do outro para com  o seu amado. Paul e Elisa ultrapassam todas as expectativas do imaginado para a historia. Eles mostram que o amor é capaz de vencer tudo, passam por varias situações que poderiam ter acabado com o relacionamento deles, mas pelo simples fato do amor ser tão grande eles superam as rotinas, a distância e tudo o que jamais acreditariam ser possível.

Se você procura um romance diferente e encantador, eu com toda a minha sinceridade lhe recomendo este. 
O que você faria por amor? 
Eles fizeram tudo.




 É motivo de orgulho dizer que sou brasileira  faço parte dessa nação de pessoas talentosas e incrivelmente boas em quase tudo o que fazem.
No primeiro livro, Chris mostra um grande talento e um grande dom de escrever e mostrar tudo com realismo, demonstrando que terá muito sucesso na sua carreira.
– Que palavra é essa? Como se diz em inglês?

– Saudade é uma palavra que só existe em português. Não há tradução.

– O que significa?

– É o que vou sentir quando tiver que ir embora.

– Sentir falta?

– Não, sentir falta é pouco. Eu sinto falta do sol, de comer arroz com feijão e da água do mar. Sentirei falta do chá com bolo, da London Eye e dos passeios de bicicleta. Sentir falta é notar a ausência de alguma coisa. Saudade é quando o peito aperta, quando falta o ar, é quando parece difícil continuar vivendo. Saudade é a ausência de alguém. (pág. 57).


Bom para os que já leram o livro, parabéns vocês fizeram uma ótima escolha, e para os que ainda vão ler, posso afirmar que não ira se arrepender.


Um comentário:

  1. adorei a resenha,fiquei com vontade de ler :)
    gostei muito do seu blog já estou seguindo se puder retribui http://mariana-fnb.blogspot.com.br/

    Beijos.

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para mim. Diga o que acha, e ajude a transformar o blog a cada dia.