23 janeiro 2013

(Resenha) Meus melhores rascunhos


(Resenha) Meus melhores rascunhos

Título: Meus Melhores Rascunhos

Autor: Christine M.
Editora: Underworld
Páginas: 368
Ano: 2012

Mais uma vez Christine faz um belíssimo trabalho.



Decidir comprar o livro meus melhores rascunhos pelo simples fato de ter amado ler, Sob a luz dos seus olhos, e pela Christine ser  professora na mesma escola em que eu estudo.E é com muito prazer que eu lhes admito que amei ter lido esse livro, e o recomendo para qualquer pessoa que goste de ler coisas diferentes porém encantadores.






Sinopse: As primeiras publicações de Christine M. foram feitas pela internet e, após quase dez anos de escrita, seus melhores textos foram selecionados e transformados em livro. “Meus Melhores Rascunhos” traz uma coleção de crônicas, contos, versos e aforismos retirados de seu antigo blog e também inéditos. Um apanhado de pensamentos e sensações da jovem autora que se transformou em um livro encantador.

Ler os livros da Christine M. é realmente algo fascinante, ela tem o dom especial de colocar tudo o que sente em seus livros, e relatar tudo a sua volta com muita clareza, é claro que de acordo com o seu ponto de vista. A autora tem um ponto de vista muito bonito com relação as menores e simples coisas da vida.
Quando leio o livro Meus melhores rascunhos, consigo me identificar com os meus melhores sentimentos, e identificar a realidade dos momentos e das sensações descritas no livro.O livro é curtinho, porém muito marcante e agradável  onde eu particularmente posso encontrar e conversar com os meus próprios sentimentos.
Como todos os textos da Chris, o livro tem a medida certa de tudo o que é preciso para tornar a leitura encantadora.

Em nenhum momento penso em me arrepender em ter comprado o meu exemplar de Meus melhores rascunhos, e ainda fico mais feliz ao abrir o livro e ver que tenho o lindo e belíssimo, autografo da autora.
Acho ate um tanto difícil escolher algum dos rascunhos como melhor, ou preferido, todos são tremendamente encantadores.
O livro é maravilhoso, ele contem muitas partes com as quais eu me identifico na realidade me identifico com quase todas elas, mas tem uma delas que em geral é a que mais me toca:
Que nossos encontros sejam
despretensiosos e doces.
Que seja como cruzar com
Um velho amigo e, na despedida
Sentir uma brisa boa te
Invadir. Que seja um
Sentimento bom e calmo, um
que você já conhece, só não
sabe muito bem de onde.
Assim, agente se esbarra e
Oferece o que há de mais puro
Um do outro: eu, a minha
Escrita, você, o seu olhar.
E isso basta
         Em cada um dos seus escritos, Christine permite que os seus leitores leiam os seus melhores sentimentos, e mostra ser uma pessoa totalmente despretensiosa e apaixonada pela vida, família, amigos e trabalho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para mim. Diga o que acha, e ajude a transformar o blog a cada dia.