Entrevista com Denise Flaibam. Os mistérios de Warthia


Com Denise Flaibam a Escritora da quadrilogia Os Misterios de Warthia.

Olá pessoal, hoje estou muito feliz por estar trazendo novidades ao blog. A cada dia estou tentando melhorar, trazer coisas boas, e agradar meus queridos leitores dando o melhor de mim e fazendo o que eu amo.  Então a novidade de hoje é uma entrevista.
Isso mesmo! Uma entrevista!

Espero de todo o coração que gostem. As perguntas foram feitas com muito carinho, e as respostas também foram dadas com muito carinho. A autora foi muito gentil, ao ceder à entrevista. E conversamos bastante, então temos aqui 11 perguntas respondidas por ela, sem nenhuma mudança. As respostas são todas originais, nada foi mudado, para que vocês possam saber um pouco mais sobre a Denise e seu trabalho.
Então agora chega de conversa, não é mesmo!
Vamos às perguntas e respostas.


 


1° pergunta: Com quantos anos você começou a escrever?
RESPOSTA: Eu comecei a escrever com onze anos, naquela época só trabalhando em fanfics. Minha primeira história foi sobre Piratas do Caribe.
2° pergunta: Quanto tempo demorou para que você terminasse de escrever o seu livro Os Mistérios de Warthia?
RESPOSTA:Eu tinha onze anos quando a ideia inicial surgiu. Se formos ver toda a trama desses quatro livros, quando eu tinha quinze anos, ela estava finalizada. Tinha as ideias organizadas e os destinos dos personagens principais decididos e escolhidos, o porquê de todas as coisas acontecerem – então foram quatro anos para tudo ficar nos seus devidos lugares
3° pergunta: Você pretende escrever outros livros?
RESPOSTA: Com certeza! Estou trabalhando na finalização do terceiro livro dessa quadrilogia no momento, mas tenho um projeto de distopia parado, com várias ideias já organizadas, além de uma trilogia de romance sobrenatural. Pretendo escrever uma história sobre piratas também – nunca vou parar! Hehehe
4° pergunta: Pretende dar continuidade a sua carreira de escritora?
RESPOSTA: Sim. Se Deus quiser e se depender dos meus leitores, eu nunca vou abandonar essa carreira.
5° pergunta: Para você, o que significa escrever?
RESPOSTA: Escrever é libertador. Difícil, também. Muitas vezes parece que nada decente vai sair, mas eu gosto desse tipo de desafio. Gosto de pensar na melhor maneira de descrever um personagem gosto de me demorar em ideias para detalhar determinada cena. Gosto de ficar frustrada e ter que reescrever a mesma cena cinqüenta vezes, só para vê-la sair da maneira como eu imaginei. Escrever é incrível.
6° pergunta: Quais foram os critérios que você usou para escolher a editora com a qual você assinaria o contrato para publicar o seu livro?
RESPOSTA: Eu tinha em mente duas editoras que queria que publicassem meu livro. Pesquisei por aquelas que davam um grande suporte a autores nacionais e escolhi. Procurei conversar com alguns escritores publicados por elas, e eles explicaram como elas eram boas pra eles... Uma delas recusou meu livro, mas foi na época em que a Novo Século tinha aceitado a obra, então acho que foi coisa do destino.
7° pergunta: Quando você decidiu que queria lançar um livro?
RESPOSTA: Eu quis lançá-lo quando terminou de escrever. A versão definitiva dessa história me agradou muito e eu já tinha esse desejo de me tornar uma escritora publicada, então corri atrás de tudo pra tentar a publicação. E no fim deu tudo certo.
8° pergunta: Podemos esperar alguma novidade no seu trabalho para esse ano?
RESPOSTA: Hm... Por enquanto, nada certo. Tudo depende da editora e de esgotar os exemplares da primeira edição de A Profecia de Mídria, na verdade. Por enquanto estarei escrevendo o terceiro e o quarto volume da série, mas vou manter em segredo. Qualquer novidade que tiver, eu aviso!
9° pergunta: Tem algum recado ou uma pequena mensagem que você gostaria de deixar para outras pessoas que gostariam de se tornar escritores ou escritoras?
RESPOSTA: Vou dizer o que a gente sempre ouve por ai, porque é a maior verdade de todas: tenha fé. Tenha fé no seu potencial, na sua história e na sua imaginação. Se você gosta de escrever e, assim como eu, sonha em ver seu livro nas estantes de dezenas de leitores, acredite e conseguirá. Não desista facilmente, porque o caminho a ser trilhado é muito difícil, mas sempre tenha em mente que você consegue.
10° pergunta: Você acha que qualquer um pode se tornar escritor?
RESPOSTA: Eu acredito nisso. Se você tem gosto pela escrita e tem boas ideias, e gosta de trabalhar nelas, vá em frente. É uma profissão bem complicada, cheia de altos e baixos, mas como eu disse ali em cima, se manter a fé no seu trabalho, tudo vai dar certo.
11° Sinta-se a vontade para deixar um recado para seus leitores e fãs.
Recadinho: Obrigada por terem escolhido se aventurar com a minha Serafine nos intrincados Mistérios de Warthia!
( perguntas de Séfora Silva e respostas de Denise: escritora da quadrilogia, Os Mistérios de Warthia)
Bom, por hoje é isso pessoal, espero que tenham gostado. .
Em breve teremos novas entrevistas, e algumas parcerias com resenhas.
Abraços a todos!

Nos vemos em breve!

Comentários

  1. Nossa que simpática ela, amei a entrevista! Não conhecia os livros dela, vou dar uma olhadinha por ai, temo que eles entraram na minha lista que não para de crescer! Ótimo post!
    Beijocas,
    Cindy, Livros e Piratas . Viste o blog.

    ResponderExcluir
  2. Por Deus, que simpática a Denise.
    Não conhecia a obra, mas confesso ter ficado bastante instigado a saber mais a respeito (da melhor forma, é claro, lendo-a!). Espero poder tê-lo em mãos logo menos.
    Muito boa a entrevista, Séfora. Parabéns!

    E como há braços, abraços.
    Caleb Henrique - Viajante Literário

    ResponderExcluir
  3. Séfora, amei essa entrevista!
    Parabéns pelo blog e por ser uma pessoa tão querida *-*
    Desejo todo sucesso do mundo pra você.
    Obrigada pelos comentários aqui também <3

    Beijos,
    Denise Flaibam.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para mim. Diga o que acha, e ajude a transformar o blog a cada dia.