Entrevista com o professor Edson Douglas, sobre copa, educação e política.

Olá galerinha, tudo bem com vocês? Espero que sim, pois por aqui está tudo tranquilo.
O post de hoje é um entrevista com um professor de história d uma escola pública. Eu escolhi essa pessoa para a entrevista, porque além de eu conhecer o seu trabalho tenho visto que ele tem uma opinião formada e concreta sobre politica, sobre a atual situação do país com relação a educação e as atuais graves e manifestações contra a copa.
Então pessoa que prestem bastante atenção em suas respostas, pois como professor ele possuem muito a ensinar e a opinar sobre tudo o que tem acontecido no nosso país e na vida dos estudantes.


   1-    Qual o seu nome, idade, profissão?
Edson Douglas de oliveira, 40 anos, profissão, professor.   

2-      Qual a matéria que você leciona?

História.

    3-      Por que escolheu essa matéria para lecionar?

                Porque eu me interessava por essa matéria na escola, eu tinha um professor que era muito bom, ele contagiava a sala, tanto que além de mim outros dois alunos fizeram curso de História um foi pra USP e outro para PUC.
Lia muitos livros especialmente a enciclopédia britânica.

  4-      Do seu ponto de vista o que você acha da atual citação da educação no Brasil?
Eu acho que a educação no Brasil está vivendo um tempo de mudança. por um lado há um aumento do número de vagas e uma maior disposição governamental para aumentar essas vagas em todos os níveis por outro lado, há uma crescente preocupação com a qualidade já que não é possível manter um padrão de qualidade com salas de 40, 50 ou mais alunos, e isso já está refletindo na universidade onde a qualidade da formação também está decaindo. Então eu acho que depois de assegurar a democratização do sistema, o próximo passo vai ser investir numa maior qualidade do ensino em todos os níveis.
     5- Você acha que os alunos contribuem para a melhora ou para a piora das escolas ? De que forma ?
Eu acho que os alunos podem dar uma contribuição na medida em que tenham consciência do seu papel na sociedade e no seu papel dentro da escola, e entendam que a escola é espaço de formação, mas também de troca de experiência, onde gerações se encontram para trocar saberes. Os mais velhos podem aprender coisas com os mais jovens e vice-versa, precisa haver esse clima que é fundamental para otimizar as relações, é algo que o Paulo Freire sempre destacava muito, os saberes que os alunos trazem da vida para a escola e que também são material escolar. quando isso não existe, temos um hiato que é a falta do diálogo e a crise. Nesse sentido também é importante o apoio dos pais, onde eles são participativos o aluno se destaca e todos ganham.
6        O que você acha das greves e manifestações que estão acontecendo como uma onda descontrolada ?
Eu acho que são consequência, principalmente, de uma tremenda falta de informação. nos protestos do anos passado havia muita desinformação nas ruas. por exemplo, no caso do Projeto de Lei Constitucional PLC 37, havia gente contra e nem sabia porque era contra, outros diziam que o ministério público seria cerceado em suas atribuições o que não é verdade porque o projeto tratava exatamente da regulamentação do MP que a constituição de 88 não fez. agora na copa vi muita gente protestando por "mais escolas" e "mais hospitais." a periferia tem escolas e hospitais, o que não há são médicos e professores porque, como todos sabemos, salários e condições de trabalho não são atrativos. essa desinformação ocorre por conta, em grande parte, da imprensa, que tem um projeto político e está jogando todas as suas fichas nele, e isso inclui desinformação em larga escala. é incrível, mas tem pessoas reclamando das obras na região por causa da copa, sem contemplar os benefícios de curto prazo que o evento está trazendo. é como a música do Ultraje a Rigor, são pessoas que cresceram sem ter com quem se revoltar e agora precisam externar alguma coisa para justificar sua insatisfação por nada.
7- Quais são esses benefícios a curto prazo que você acha que a copa está trazendo ?
Muitos. a infra-estrutura viária da região passou por transformações que nunca seriam pensadas fora desse evento. a médio prazo isso terá repercussões no transporte de massa e nas intercomunicações com as rodovias por meio do rodoanel, então, foi algo muito bom e é um legado que não pode de modo algum ser desprezado. é pouco provavel que a zona leste em geral e Itaquera em particular passassem por essas intervenções não fosse esse evento. a população precisa saber enxergar os ganhos que a região vem experimentando ao invés de se deixar levar por pensamentos imediatistas assimilados por jornais reacionários.
8- Porque você acha que os jornais não divulgam esse tipo de benefícios? 
Existe uma orquestração de quase toda a imprensa contra o atual governo, por ele defender uma política econômica e social que não é contemplada pela agenda dita "liberal" da maioria dos jornais, TVS e revistas. eles incorporaram um discurso dito "liberal" nos anos 90 com o fim do comunismo e tinham certeza de que não haveriam mudanças, ainda que o impacto das políticas econômicas naquele momento tenha sido devastados com desemprego, queda na produção, desindustrização, etc. então em 2002 houve uma reviravolta com a eleição do Lula e o fim desse discurso. Como eles estão alijados do poder há mais de 10 anos, farão de tudo para voltar e esse é o meio encontrado, o da desinformação em larga escola. engraçado é que embora defendendo agendas liberais esses grupos são oligopólios midiáticos, controlam TV, Rádio, Jornal, os três ou dois meios ao mesmo tempo, onde está a livre iniciativa nisso? eles não vivem o que defendem.
                     
9- Expresse sua opinião sobre o atual governo ?
O atual governo cometeu alguns erros crassos. governou com certa empáfia em relação aos partidos aliados e isso criou ressentimentos que agora a atual presidente terá dificuldade de administrar. também cometeu um erro horrível de não ter regulamentado a imprensa como fez com a internet por meio do marco civil. Mas o saldo é inegavelmente positivo. desemprego em baixa e salário em alta não é cenário que se vê na Europa. Além disso expandiu o ensino superior e o técnico.

10- Você acha que as pessoas estão aproveitando as oportunidades de estudo que estão tendo ?
Estão sim. o PROUNI e o SISU mostram isso, cada vez mais pessoas estão entrando nas universidades e os programas de financiamento de bolsas de estudo do Ministério da Educação estão concedendo cada vez mais financiamentos para pesquisas de mestrado, doutorado e pós, no Brasil e exterior, o que significa que o brasileiro está estudando mais. o problema, a meu ver, é que se criou um gargalo na educação. abriu-se o sistema, mas demorou-se para se investir em qualidade e com isso a universidade já está sentindo o problema com alunos que adentram à universidade sem nenhuma preparação prévia, e isso causa problemas, o ensino não rende da mesma forma e com isso a qualidade das instituições é afetada como vemos agora acontecendo na USP.
11- Por ultimo, peço que deixa agora algum tipo de conselho ou recomendação para jovens que estão entrando agora no mercado de trabalho e também iniciando a vida de universidade?
O meu conselho é que os jovens devem buscar serem mais seletivos nas suas fontes de informação, jornais e revistas, desconfiar de todos os consensos e estudar sempre porque isso será cada vez mais cobrado. Quanto a universidade, enfocar um curso com o qual se identifique e só desse modo é que se pode enfrentar as incertezas que vão aparecendo a respeito dos cursos que se escolhem.


Bom pessoal, por hoje é só, espero que tenham gostado.
Até mais, abraços!!!

                                                                                       



















Comentários

  1. Séfora!
    Importantíssima entrevista.
    Tenho de concordar com o professor: o atual governo tem feito muito pelo ensino técnico e superior e é uma grande melhoria.
    Todo governo comete seus erros, mas de Lula para cá, nosso país tem desenvolvido em várias áreas, principalmente educacional.
    cheirinhos
    Rudy
    MTE - Grupo no face.

    ResponderExcluir
  2. Adorei a entrevista, muito bacana mesmo, eu penso em fazer algumas no meu blog também, pois acho interessante entrevistar as pessoas e mostrar o ponto de vista delas para outras pessoas, enfim, eu adorei a entrevista, está ótima, o post ficou incrível *-*

    Beijos :*
    Larissa - Srta. Bookaholic

    ResponderExcluir
  3. Oiee.

    Muito boa esta entrevista e me fez ver as coisas com outros olhos.
    É bem verdade que as coisas tem mudando, muitas das vezes a passos lentos, mas tem melhorado.

    Beijos Fê :*
    http://fernandabizerra.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Achei muito interessante você ter trazido o professor Edson aqui pro blog. Nunca tinha lido qualquer entrevista de um professor de História e adorei saber a opinião dele sobre a real situação do Brasil. Os pontos citados foram diretos e 'práticos' e as perguntas foram bem inteligentes!

    Beijos,
    Cássia
    www.procurei-em-sonhos.com

    ResponderExcluir
  5. Sefora!
    Obrigada por visitar o blog!
    Bom final de semana!!
    cheirinhos
    Rudy
    Blog Alegria de Viver e Amar o que é Bom!
    “Tarde demais o conheci, por fim; cedo demais, sem conhecê-lo, amei-o.”(William Shakespeare)

    ResponderExcluir
  6. Oii Sefora..que saudades
    Legal você fazer uma entrevista assim com um professor.
    Penso como ele, já trabalhei em escola e manter um ensino de qualidade com muitos alunos em sala é difícil, mas o governo tem sua parcela e grande de culpa em tudo.
    Gostei da entrevista.
    Parabéns..

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para mim. Diga o que acha, e ajude a transformar o blog a cada dia.